Palocci diz em delação que Guido Mantega passava informações sigilosas para bancos


O ex-ministro petista Antonio Palocci disse em sua delação premiada que o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, passava através do escritório da presidência da república em São Paulo, informações privilegiadas para membros do sistema financeiro. Os bancos que se comprometessem em ajudar a saldar as dívidas do PT, recebiam com antecedência informações como por exemplo, mudanças nas taxas de juros.

A defesa de Mantega nega, e critica Antonio Palocci, dizendo que ele sim, tinha uma relação promíscua com o sistema bancário. 

A qualquer momento mais informações.

Comentários